Mesmo com lojas fechadas e menor quantidade de pessoas ocupando as ruas, a mídia OOH faz demonstrações de que continua mais ativa do que nunca, seja transmitindo mensagens para aqueles que ainda precisam circular ou atingindo as redes sociais e televisivas por meio de mídia espontânea. Campanhas com grandes sacadas, informações em tempo real sobre a pandemia da covid-19, alertas, avisos e homenagens em mobiliários urbanos espalhados pelas cidades ganham força em um momento que a comunicação nunca precisou ser tão eficiente em todos os meios.

Por ser uma plataforma à prova de fake news e considerada de confiança entre a população, a publicidade OOH tem se destacado e viralizado em diferentes países. O outdoor da PS Mídia, por exemplo, diz: “Eu estou aqui porque sou aqui, e você, está fazendo o que na rua?”, que faz um alerta sobre a importância de ficar em casa, ganhou os noticiários e as redes sociais nas últimas semanas. Em alguns lugares, o OOH também tem utilizado seu espaço para defender causas e oferecer espaço a pequenos comerciantes. Em Campinas, a MOOHB disponibilizou seus pontos para que profissionais autônomos pudessem anunciar gratuitamente.

De norte a sul, a mídia OOH também tem ajudado a combater a desinformação em parceria com os governos locais. No Pará, a Secretaria de Saúde Pública espalhou por diversos pontos dicas de combate ao Covid-19 com foco na prevenção. Já a Prefeitura de São Paulo, aproveita os relógios urbanos para exibir a mensagem “Fique em Casa”, em diferentes idiomas (espanhol, inglês, japonês e chinês), integrando esforços de todos os povos contra o coronavírus.

Solidariedade ao alcance de todos

Boas iniciativas não acontecem de hoje e agora estão cada vez maiores. A JCDecaux Brasil, que sempre apoiou diferentes causas ao longo de sua história, neste momento, tem utilizado parte suas mais de 24 mil faces publicitárias para lembrar as pessoas de fazerem o bem. Um exemplo foi a divulgação do Projeto Fome de Música, festival 100% online que reuniu grandes nomes da música nacional com o objetivo de arrecadar doações para erradicação da fome no Brasil.

Outras campanhas assinadas por marcas, como Itaú, Ems Farmacêutica, Seguros Unimed, Webmotors e Smartfit, tomam conta dos espaços sejam com homenagens aos profissionais de saúde ou com alertas pedindo para que as pessoas fiquem em casa e reforcem os cuidados com a higiene.

Em meio a tantas dúvidas e período de economia instável, uma das poucas certezas é que a publicidade OOH continuará em sinergia com as cidades oferecendo eficiência em suas mensagens. Além disso, passado o período de quarentena, a população ganhará as ruas novamente, com mais vontade e frequência do que nunca, e o out-of-home será uma das mídias de maior impacto e visibilidade do que outras.
 

Quer saber mais?