OOH - UM HUB DA COMUNIDADE NA CIDADE DO FUTURO

O conceito de cidade "smart" - uma cidade que integra a conectividade da Internet à objetos do cotidiano para aumentar a eficiência e melhorar a vida dos moradores - promete remodelar dramaticamente a maneira como interagimos com o ambiente urbano.
 

Muitas cidades ainda estão no processo de definir o que significa tornar-se "smart", mas as marcas e os proprietários de mídia estão usando o espaço publicitário out of home (OOH) como uma plataforma para mostrar seus potenciais papéis nas cidades do futuro - e conectar-se com os consumidores fornecendo novos serviços: como Steve Payne, diretor de Insight e Marketing da Kinetic Worldwide, observa na WARC, “mais do que apenas publicidade, os pontos de OOH estão se tornando hubs da comunidade”.

Abordagens para essas ativações de cidades "smarts" variam consideravelmente. Assim como proprietários de longa data e operadores de importantes ativos de mídia, as empresas OOH naturalmente têm um papel importante no desenvolvimento da cidade smart - mas as marcas também estão interessadas em fazer sua parte.

MANTENDO OS MORADORES INFORMADOS SOBRE A CIDADE

O trabalho da JCDecaux é um excelente exemplo. Em março de 2019, anunciamos o lançamento de nossos mobiliários "smarts" na região de Hauts-de-Seine, na Grande Paris - incluindo 36 unidades de mobiliário de rua projetados pelo arquiteto brasileiro Carlos Bratke. Esse mobiliário urbano irá fornecer informações úteis do município para moradores e visitantes, bem como atualizações em tempo real, de temperatura e tráfego. Como parte do programa, a JCDecaux implementou uma série de medidas para limitar o impacto ambiental dos mobiliários, incluindo a otimização de sua eficiência energética e a análise regular de seu ciclo de vida.
Mobiliário Inteligente, JCDecaux Paris - França

CAPACITANDO MORADORES DA CIDADE COM CONECTIVIDADE IMPULSIONADA

Nossas iniciativas não são apenas dar informações úteis às pessoas - queremos equipá-las com recursos para estar sempre conectadas quando estiverem fora de casa na cidade. A JCDecaux contribuiu para o desenvolvimento de diversas cidades "smarts" como Amsterdã, Cidade do Panamá e Paris, trabalhando com operadoras de telecomunicações para instalar impulsionadores de redes sem fio em nossos mobiliários de rua - que podem triplicar as velocidades de download. Com a demanda por conectividade móvel crescendo constantemente, os impulsionadores de redes sem fio ajudarão a criar uma experiência mais conveniente para todos que transitam pela cidade.
 

Abrigos de ônibus do Panamá, JCDecaux Top Media

 

ESPERANDO O ÔNIBUS NA SUA SALA

Muitas marcas também desenvolveram esquemas de cidade "smart'' OOH. Naturalmente, estas são muitas vezes menos permanentes do que as iniciativas lideradas por proprietários de mídia OOH, mas, ainda assim, oferecem soluções para que as cidades possam se adaptar para facilitar a vida das pessoas.
Algumas marcas optam por soluções estritamente práticas: o Google trabalhou com a JCDecaux na América do Norte para transformar determinados abrigos de ônibus de Chicago em casas "smarts" para promover seu produto Google Home. Passageiros e transeuntes usaram telas sensíveis ao toque nos pontos de ônibus para definir a temperatura, reproduzir música, diminuir as luzes e executar uma série de outras tarefas, demonstrando a conveniência e os recursos do Google Home.
 

Google Home transforma abrigos de ônibus em uma casa inteligente, JCDecaux North America

CARREGANDO NO PONTO DE ÔNIBUS

Em Cingapura, a Samsung usou o OOH para tratar de um fenômeno particularmente do século XXI: celular com pouca bateria enquanto seus proprietários estão na rua. A Samsung fez uma parceria com a JCDecaux e a agência de mídia Starcom para promover os recursos de compartilhamento de energia de seu mais recente dispositivo, instalando pontos sem fio para carregar o celular em locais estratégicos no centro da cidade. 1,5 milhão de consumidores usaram os pontos p semanalmente, de acordo com Isaline Duminil, diretor de marketing da JCDecaux Cingapura. A campanha é "distintamente humana e experiencial", segundo Vivien Tan, da Starcom Singapore, "integrando a experiência do consumidor à tecnologia para gerar negócios significativos e resultados humanos."
 

Primeiras estações de carregamento sem fio out-of-home com a Samsung Electronics, JCDecaux Singapore

DIA DOS NAMORADOS VIRTUAL

Outras marcas incentivaram o engajamento do consumidor ao oferecer serviços "smarts" mais descontraídos. Para o Dia dos Namorados, a marca de jóias Pandora associou-se à JCDecaux UK para construir uma instalação para seu assistente virtual Gemma no shopping center Westfield Stratford City, em Londres. Com base em informações como sexo e status de relacionamento, Gemma forneceu aos transeuntes dicas e conselhos sobre namoro.


 
Chatbot em DOOH da Pandora dá aos compradores dicas de namoro para o Dia dos Namorados, JCDecaux UK

Apesar das diferenças de abordagem, o que une essas campanhas é o foco no uso do out of home para fornecer um serviço que reformula o ambiente urbano de uma maneira útil, divertida ou surpreendente - o que permite que as marcas demonstrem que estão em sintonia com necessidades do consumidor. Qualquer que seja a indústria, tom ou foco, fica claro que o uso de serviços "smarts" e assistentes virtuais no repertório out of home das marcas está aqui para ficar.


 

Quer saber mais?