Este será o Black Friday mais aguardado pela indústria, pelo comércio e pelos consumidores, pois marcará o retorno de um grande evento de consumo na fase do novo normal. A mídia Out of Home poderá ser uma ferramenta estratégica para gerar mais vendas, seja para lojas físicas ou para os comércios virtuais, já que unirá a inteligência de dados, criatividade e poder de conversão para impactar quase 90% da população que já voltou às ruas e ao seu dia a dia.

A considerar pelos números do varejo virtual no primeiro semestre de 2020, é possível afirmar que os resultados de Black Friday no Brasil vieram mais cedo este ano. Com a pandemia, as vendas online cresceram cerca de 137% a partir de maio, em comparação aos meses anteriores e a receita do e-commerce aumentou 42% entre abril e maio* em pleno período de isolamento em algumas cidades e restrições de mobilização em todo país.

Atualmente, com a flexibilização e reabertura gradual do comércio, já dá para imaginar como será a Black Friday 2020, uma das datas mais aguardadas do ano. Outro ponto importante é que as pessoas na era “pós-isolamento” estão ávidas para consumir e se reconectar com o mundo. É o que apontam as tendências globais pós-lockdown, em que comprar ganha o significado de se sentir vivo e voltar a desenvolver vínculos cotidianos.
 
Seja para impulsionar as vendas no comércio físico ou virtual, o OOH tem estratégias para atender todos os objetivos das campanhas de Black Friday, com propostas desenhadas pelo nosso time de OOH Thinkers. Heitor PontesDiretor comercial da JCDecaux Brasil.

A expectativa é ter quase 90% da população de volta às ruas durante o período da Black Friday. Espera-se um fluxo de passageiros de 68% no metrô e de 81% nos aeroportos. Por isto, o OOH será uma ferramenta de diferenciação para marcas em suas campanhas na Black Friday. Diferente de outros meios, o OOH permite à marca destacar-se em um ambiente único, sem concorrência com outras mídias ao mesmo tempo. Os anúncios em OOH em faces cartazes tem um índice de retenção e atenção 38% maior que a mídia mobile por exemplo, tanto pelo tamanho da tela quanto pelo momento de consumo do mesmo, que é orgânico, não interruptivo e pode ser contextualizado.

Pode vir, pode chegar – awareness, leads e conversão garantidas.

Recentemente, uma pesquisa de 2020 divulgada pela Nielsen** e realizada nos Estados Unidos entre os meses de fevereiro e março reforçou o papel do Out of Home como o grande influencer no consumo. O estudo mostra que 69% das pessoas que foram impactadas por alguma tela de DOOH nas ruas se sentiram engajadas desde a fazer uma busca online a recomendar um produto para alguém. Dos usuários com smartphones, 50% visitaram o site da marca anunciada, 40% interagiram com o mobiliário via SMS, hashtag ou QR Code e 23% efetivaram a compra pelo celular.

Os dados também destrincham o potencial OOH para estratégias drive-to-store. Mais da metade dos pesquisados (51%) lembram de alguma publicidade OOH que indicava o trajeto até um ponto físico, como loja ou restaurante anunciado, 65% seguiram as instruções de direção apresentadas na publicidade e 92% daqueles que visitaram o local num intervalo de trinta minutos realizaram uma compra durante a visita.

Faltando um pouco mais de dois meses para Black Friday, a JCDecaux acaba de lançar uma plataforma de soluções em OOH para a data , oferecendo uma diversidade de produtos, soluções e ideias criativas.
 
Nossa missão em comum é estender a presença de marcas e do varejo na jornada diária do consumir, divulgar a mensagem certa no momento da decisão de compra e gerar conversão. Andrea SalinasDiretora de marketing da JCDecaux Brasil

Para as marcas que buscam impactos, os OOH Thinkers criaram opções de pacotes por audiência nacional ou focado nas grandes capitais do país. Além de circuitos exclusivamente digitais e soluções para pequenos e médios anunciantes. Também é possível integrar as campanhas do mobiliário urbano para os dispositivos móveis, amplificando resultados. Outro recurso que se destaca é a inteligência de dados e métricas do VIOOH, uma plataforma de planejamento e otimização em OOH que permite às agências e anunciantes definirem as melhores estratégias buscando eficiência em seus planos de mídia. Basta navegar, desenhar e comemorar os resultados da Black Friday.

*Fonte: índice MCC-ENET, desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) em parceria com o Movimento Compre & Confie **E-bit Nielsen, Folha de São Paulo
** Nielsen Digital Out-of-Home Advertising Report 2020 - Top 30 markets

 

Quer saber mais?