Não é de hoje que os relógios de rua em São Paulo vão além de informar a hora certa para a população. Cada vez mais tecnológicos e bem distribuídos pelos pontos-chave da cidade, nos últimos anos, eles ganharam protagonismo e muito mais relevância na paisagem urbana por conta do seu poder de prestação de serviço e por suas campanhas criativas. Em São Paulo, por exemplo, uma pesquisa feita pelo Datafolha em 2014 já apontava que esse tipo de mídia era uma das mais aprovadas pela população paulistana (por cerca de 97% dos entrevistados). O que não mudou até os dias de hoje.
Uma outra pesquisa recente (Offerwise - SP - 8 a 12/4/20) mostra que 83,7% acham que as informações divulgadas pelos mobiliários urbanos ajudam e são importantes para a cidade de São Paulo.
 
relógio de rua veiculando sobre pandemia
relógio de rua veiculando sobre pandemia
relógio de rua veiculando sobre pandemia


Em 2020, os relógios urbanos mostraram seu papel fundamental logo no início do ano, em fevereiro, quando uma chuva histórica tomou conta da cidade de São Paulo. A JCDecaux, líder mundial em OOH, se uniu à Jovem Pan, um dos maiores grupos de comunicação da América Latina, para um acordo de colaboração emergencial inédito, em função dos sérios alagamentos que travaram a cidade de São Paulo. O núcleo editorial da Jovem Pan e o time de repórteres de rua repassavam as informações atualizadas para a equipe da JCDecaux colocar em seus ativos digitais localizados em pontos estratégicos.

No mês seguinte, em março, logo após a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarar a pandemia provocada pelo novo coronavírus, eles estiveram prontos para ajudar mais uma vez. Imediatamente ao anúncio, os relógios de rua localizados em diversos pontos da capital passaram a instruir a população com mensagens sobre a prevenção da doença em uma campanha em parceria com a Prefeitura de São Paulo. Por serem mensagens marcantes e de alto impacto, que se misturam ao cotidiano da cidade, até hoje essas cenas ganham diariamente os noticiários e estão sempre estampando conteúdos na internet e capas dos jornais como uma representação de alerta para todos.
 

Quer saber mais?